História

História

história

Fundada em 13 de junho de 1937, a ASI contou com o idealismo de diversos jornalistas: professor Paulo Monte Serrat, Ignácio Silva Rocha, Capitão José Eurico de Paiva Filho, Mário Fazzio, Gustavo Scarpa, Salmi Dryon, Vicente Russo, Flamínio Baptista Leme, Avelino Argento, Farmacêutico Adel Antonio Teruz, Francisco Camargo Cesar, Nelson Caldini, Santi Pegoretti, Antonio J.B.Almeida, Paulo Monte Serrat Filho, Cecê Cesar Jr, Levi Steinberg, Prof. Luiz de Almeida Martins, Angelino de Goés Filho, Jorge Cossermelli e José Latanzza.

Sentindo necessidade uma associação de imprensa, naquela época, nossos colegas apostaram em uma cidade que não deveria ter mais de 50 mil habitantes. Os principais objetivos eram defender a classe e engrandecer Sorocaba.

Assim, após um almoço oferecido no antigo Hotel São Vicente, que ficava na Praça Arthur Fajardo, ao lado da Escola Estadual Visconde de Porto Seguro, na Rua Souza Pereira, 166, a comissão organizadora desse evento realizou uma reunião no Gabinete de Leitura Sorocabano, situado na Praça Coronel Fernando Prestes, e naquela mesma tarde, às 17 horas, Francisco Camargo César, mais conhecido por Cecê César, tornou-se o primeiro presidente da Associação Sorocabana de Imprensa.

O presidente da reunião foi o senhor A. Edgard Sampaio e os secretários, os senhores Antonio José Castronovo e o próprio Francisco Camargo César.

No dia 24 de outubro desse ano, na sucursal do jornal “O Estado de São Paulo”, antiga Rua Itararé, atual Rua Brigadeiro Tobias, 412, aconteceu a primeira Assembleia Geral da entidade.

A ASI é uma entidade sem fins lucrativos e conta em seu quadro associativo com cerca de 100 sócios entre militantes, colaboradores e estudantes de Comunicação Social em Sorocaba e Região.

A atual presidente da ASI é a jornalista Angela Maria Sisternas Fiorenzo, eleita em novembro de 2014, cujo mandato termina em novembro de 2016.