Instituto Noa reconhece “Escolas do Bem”

Instituto Noa reconhece “Escolas do Bem”

213
0
COMPARTILHE

Mais de 30 instituições de ensino
receberam o título de “Escolas do Bem”

 Projeto coordenado pelo Instituto Noa reconheceu as escolas particulares que estão engajadas no alcance dos objetivos da ONU e no desenvolvimento integral da criança

​Pelo segundo ano consecutivo, o Instituto Noa, juntamente com a prefeitura de Sorocaba e de outras 8 cidades da região, reconheceu e certificou mais de 30 escolas particulares que fazem parte do programa Escolas do Bem. A entrega aconteceu ontem, 16 maio, às 19h, no teatro do SESI Mangal, em Sorocaba.

O evento contou com a presença de prefeitos, secretários, vereadores e autoridades das cidades de Sorocaba, Votorantim, Boituva, Porto Feliz, Itu, Itapetininga, Tatuí, Salto e São Roque. Os participantes também tiveram a oportunidade de conhecer os resultados do programa e de suas campanhas em 2016.

O Programa Escolas do Bem é um projeto inovador de comunicação, que visa disseminar conhecimentos científicos para orientar as famílias e os educadores sobre os cuidados com o desenvolvimento integral da criança, reforçando o protagonismo dos pais no papel de educar, além de contribuir com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU em cada cidade.

Em Sorocaba, ao todo 19 instituições de ensino receberam o título: Colégio Ser, Colégio Objetivo (unidades Portal e Centro), Colégio Dialético, Pé de Moleque, Escola Aquarela, Colégio Vida, Colégio Quintal da Vila, Colégio Agostinho Bueno, Colégio Maxximus, Colégio Montesso, Chácara da Viva a Vida, Colégio Vincere, Escola Beija Flor, Quintal Do Ré Mi, Espaço Criança, Aconchego dos Anjos, Escola Viking e Cultura da Infância.

Na região, as escolas certificadas foram: Anglo e Arca de Noé (Boituva); Escola Bem Me Quer e Objetivo (Itapetininga); Pinguinho de Gente e Turma do Pincelito (Itu); Escola São José (Porto Feliz); Escola Sagrada Família, Dom Pedro e Dentinho de Leite (Salto), Colégio Educare (São Roque); Colégio Objetivo (Tatuí); Colégio Dimensão, Pássaros e Pedacinho do Céu (Votorantim).

Orientação familiar

O programa Escolas do Bem é sustentado por uma plataforma de comunicação com as famílias, que inclui aplicativo, site e redes sociais. Cada escola participante possui um aplicativo com a sua identidade visual, para fazer a comunicação com as famílias, permitindo que os pais recebam informações da própria escola e do programa como um todo, de forma integrada.

“Nosso objetivo é aumentar o conhecimento das famílias e educadores que convivem com a criança, principalmente durante a primeira infância – até os 6 anos – que é a fase dos maiores picos de desenvolvimento, sejam eles mentais, motores, cognitivos ou até mesmo afetivos. Se a criança receber os cuidados necessários nesta etapa da vida, será um adulto saudável e mais preparado para os desafios”, explica a jornalista Lucy De Miguel, idealizadora deste projeto.

A jornalista esclarece que muitas pessoas acabam reproduzindo padrões comportamentais da mesma forma que foram criadas, porque desconhecem que todas as experiências que vivenciamos nos primeiros anos de vida (a forma como viemos ao mundo, como fomos amamentados, o carinho e os cuidados que recebemos da nossa família – ou até mesmo a violência que sofremos dentro de casa) são determinantes para o resto da vida.

O Programa Escolas do Bem leva orientações às famílias relacionadas a temas como pré-natal, parto, amamentação, saúde da criança, prevenção de acidentes na infância, alimentação saudável, importância do brincar, papel do pai e outros temas relevantes. O trabalho é feito através da disseminação do conhecimento produzido por organizações de referência, como Unicef, Fundação Maria Cecília Souto Vidigal, Instituto Alana, Organização Mundial da Saúde, Sociedade Brasileira de Pediatria, entre outras.

Sobre o Projeto Escolas do Bem

O projeto Escolas do Bem foi criado pelo Instituto Noa (www.institutonoa.org.br) com o objetivo de mobilizar as escolas públicas e privadas em uma grande rede do bem. Tem como princípios orientar e conscientizar os pais e adultos sobre o importante papel que cada um possui na formação dos cidadãos do futuro, preparando as crianças para viver e atuar em uma cidade melhor e mais sustentável.

Em contrapartida, as escolas devem se comprometer com o cumprimento de sete das 17 metas estipuladas pela Organização das Nações Unidas (ONU) para serem alcançadas até o ano de 2030:

1) Melhorar a alimentação;

2) Saúde de qualidade;

3) Educação de qualidade;

4) Redução das desigualdades;

5) Consumo consciente;

6) Paz e justiça;

7) Fortalecimento de parcerias.

Sobre o Instituto Noa

Fundado em abril de 2014, o Instituto Noa tem sede em Sorocaba (SP) e nasceu com o objetivo de promover e garantir os direitos da criança e do adolescente, a partir do fortalecimento familiar e da melhora do nível de informação sobre o desenvolvimento infantil. Seus fundadores têm em comum a ideia de que está centrado na família o protagonismo para a transformação social que se espera para o mundo.

 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UM COMENTÁRIO