São os “amigos de virtude” que vão, ficam, voltam e aparecem

São os “amigos de virtude” que vão, ficam, voltam e aparecem

199
0
COMPARTILHE

Já dizia o pensador John Donne que “nenhum homem é uma ilha, completo em si próprio; cada ser humano é uma parte do continente, uma parte de um todo”. E o melhor desta semana foi ter a prova de que nosso círculo de amigos é o que nos faz ser completos, que precisamos do outro para pensar, arejar, conversar, filosofar, enfim, viver… Muitas vezes até fazemos isso sozinhos, mas acho que é por total falta de companhia. Como é bom ter pessoas queridas que, com um telefonema, visita ou mensagem inesperados, fazem nosso dia melhor. E não só o dia, a vida toda…

amigos 2

Em um de seus textos, o psiquiatra Daniel Martins de Barros lembra que “desde Aristóteles até as modernas observações sociológicas, sabemos que existem diferentes tipos e níveis de amizade” E uma delas é a “amizade segundo a virtude, na qual os amigos se amam pelo que são, desejam o melhor para o outro sem esperar nada em troca. Ela nasce do conhecimento mútuo, da identificação, da interação repetida. Infelizmente, a ausência pode afastar mesmo amigos de verdade”.  Em tempos de tanta falta de tolerância por causa dos fatos políticos, em que vimos famílias e amigos se digladiando nas ruas e nas redes sociais, ter amigos civilizados por perto é uma dádiva, principalmente aqueles em que a conversa chega a um nível de excelência que faz falta no cotidiano – às vezes com poucas palavras, completada com olhares ou sorrisos.

Eu costumo dizer que se todos nós pudéssemos ter uma hora por semana para um café com amigos, muitos psicólogos ficariam sem trabalho. De modo algum estou minimizando a competência destes profissionais – já utilizei, uso e recomendo.  Mas é que um tempo com os amigos, na minha opinião, pode fazer milagres: ajuda a entender e enfrentar as agruras do dia a dia. Um abraço pode ser o suficiente. O ouvir pode ser o necessário. E o diálogo, a solução para grandes batalhas – principalmente as internas.

Que tenhamos mais tempo para celebrar a vida com os “amigos de virtude” e fazer deles parte essencial do nosso continente.

amigos 1

Até a próxima.

😉

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UM COMENTÁRIO